ASSISTA O VIDEO

  • Cinza ícone do YouTube

PRÓTESE MAMÁRIA

A Hipomastia ou mamas pequenas, é definida pelo volume mamário reduzido ou praticamente ausente das mamas. Algumas mulheres poderão se apresentar com característica de tórax masculinizado, devido a inexistência de um componente glandular mamário adequado. A avaliação clínica será fundamental para classificar o grau de hipomastia.

Após essa avaliação poderemos indicar a inclusão das próteses mamárias, que poderão se localizar no plano imediatamente abaixo da glândula mamária ou abaixo do músculo peitoral maior. As próteses de silicone utilizadas são de gel coesivo, com diversos volumes e apresentam superfícies texturizada ou com poliuretano, formatos redondo, natural e cônico, perfis moderado, alto e extra altos. O tipo de prótese utilizada dependerá das características anatômicas do tórax de cada paciente.

Não existe a obrigatoriedade de troca de implantes a cada 10 anos, visto que a qualidade das próteses evoluiu imensamente. A troca das próteses estará indicada em casos de contratura capsular, que poderá ocorrer em apenas 3 % dos casos operados.

Perguntas e Respostas:

 

Qual o formato da prótese que irei utilizar?

Poderá ser redonda, natural ou cônica, levando em conta o desejo da paciente em conjunto com as características da sua anatomia torácica.

 

Em quanto tempo deverei trocar a prótese?

Não existe um prazo definido. A troca deverá ocorrer somente em caso de necessidade. Anteriormente era obrigatória a troca a cada 10 anos, visto os autos índices de contratura capsular, em torno de 30 %. Atualmente com a melhoria da qualidade das próteses, os índices de contratura caíram para 3 %.

 

Qual o volume da prótese que poderei colocar?

Dependerá principalmente do diâmetro do tórax de cada paciente, devendo haver sempre uma harmonia e proporcionalidade.

 

Quais são as possíveis complicações da utilização das próteses de silicone?

Primeiramente as próteses são indicadas apenas para as pacientes que necessitam. As possíveis complicações são a contratura capsular, extrusão e infecção. Entretanto tomando todos os cuidados no pré operatório, intra operatório e pós operatório, tais complicações são raras. 

 

Quando poderei retornar a rotina de atividades físicas?

Após 30 dias , de forma leve e progressiva, com orientação médica específica para cada caso.

 

Qual a localização das cicatrizes?

As incisões são realizadas no sulco submamário ou na região periareolar .

 

As cicatrizes são muito visíveis?

Na mamoplastia de aumento as incisões são menores, quando comparadas a mamoplastia redutora ou mastopexia. As cicatrizes sempre irão existir após uma cirurgia plástica, porém com o passar do tempo a qualidade das cicatrizes tendem a melhorar progressivamente, podendo se tornar praticamente imperceptíveis. Esse período pode variar de 6 meses há 2 anos. Alguns pacientes poderão desenvolver cicatrizes mais visíveis, denominadas hipertróficas ou queloides, as quais são passiveis de tratamento.

 

Quais os tratamentos paras as cicatrizes hipertróficas ou queloides?

Os possíveis tratamentos são a utilização de fitas de silicone, infiltrações de corticoide, betaterapia e o refinamento cirúrgico da cicatriz.

 

Com relação ao tamanho e consistência das mamas, qual será o resultado?

Poderá ser obtido um aumento satisfatório do tamanho e consistência das mamas.

 

Quando será alcançado o resultado definitivo?

Inicialmente será possível ter uma ideia do resultado, porém o resultado definitivo será mais evidente a partir no sexto mês da cirurgia , período que terá ocorrido diminuição do edema pós operatório, maturação da cicatriz e acomodação da mama.

 

O pós operatório da cirurgia de mamoplastia com prótese mamas causa dor?

Não é doloroso. Pode ocorrer algum desconforto, devido a restrição de movimentos que devem ser respeitados no pós operatório inicial. Em situações muito específicas, em que é necessário incluir as próteses abaixo do musculo peitoral maior poderá ocorrer um desconforto maior , que é facilmente controlado com analgésicos simples .

 

Qual o tipo de anestesia é realizada nesta cirurgia?

Anestesia Geral ou local com sedação.

 

Qual o tempo de duração da cirurgia?

Em torno de 90 minutos.

 

Por quanto tempo ficarei internada?

Geralmente operamos no período da manhã e o paciente permanece internado até a manhã do dia seguinte. Este período é fundamental para a recuperação da anestesia, administração de antibióticos, analgésicos, realização do curativo e orientação sobre os cuidados pós cirúrgicos.

 

Quando é programada a retirada dos pontos?

Programamos a retirada dos pontos com 7 e 14 dias.

 

Por quanto tempo é utilizado o sutiã cirúrgico?

Nos primeiros 2 meses é indicado a utilização obrigatória, visto que irá auxiliar na recuperação e cicatrização pós operatória.